Projeto de criação de áreas marinhas protegidas

  • Home
  • Projects
  • Projeto de criação de áreas marinhas protegidas

Projeto de criação de áreas marinhas protegidas

Biosfera propõe uma AMP de gestão comunitária e com o engajamento da comunidade, com novas formas de rendimento, desta feita, sustentáveis e duradouros.

Cabo Verde possui 22 Áreas Marinhas Protegidas (AMP), porém, a maioria ainda não possui Planos de Gestão e menos ainda são aquelas que possuem planos aprovados e em fase de implementação. A identificação de AMPs segue critérios variados, mas que muito se baseia na sua representatividade faunística, ao que se pretende, através de uma boa gestão, salvaguardar. Porém, na maioria das vezes, existem comunidades cujas atividades económicas, muitas vezes dependem destas áreas e de atividades extrativas que utilizam de forma insustentável os seus recursos. Essas comunidades não costumam ver com bons olhos as AMPs pois, com elas surgem sempre restrições e raramente alternativas de rendimento, “obrigando” famílias a agirem na margem da lei ou perdendo o sustento a que já estavam habituadas, há várias gerações.

Nessa ótica, a Biosfera, no seu projeto financiado pela Fundação Ocean5 e PRCM, está reunindo os documentos necessários para propor uma nova AMP costeira na Ilha de São Vicente, porém, de gestão comunitária e com o engajamento da própria comunidade desde o início, com novas formas de rendimento, sustentáveis e duradouros.

O projeto prevê a criação de uma empresa de ecoturismo desenhada à medida da comunidade, de forma a que a nova AMP não seja um símbolo de restrições, mas sim de oportunidades. A nova AMP irá colocar toda a comunidade em rota a um futuro economicamente mais estável, sustentável e condigno.

A proposta já foi apresentada à comunidade e na Cabo Verde Ocean Week, tendo sido muito bem acolhida por todos (Ver vídeo)

Homem e Natureza juntos.

Nós ê Biosfera.

 

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram
pt_PTPortuguês
en_GBEnglish (UK) pt_PTPortuguês