Sul do Cemitério, Rua 5 - São Vicente Cabo Verde - geral@biosfera1.com - (+238) 2317929

Proteger tartarugas marinhas

Proteger tartarugas marinhas

As ilhas de Cabo Verde são o terceiro maior local de nidificação do mundo para a tartaruga comum (Caretta caretta). As costas são também frequentadas por tartaruga verde (Chelonia mydas), como zona de alimentação. Baseada na sua experiência e capacidade técnica, a Biosfera é a única entidade com autorização pela Direção Nacional de Ambiente (DNA) para assegurar os trabalhos de conservação e de monitorização da tartaruga comum na ilha deserta, protegida de Santa Luzia.

Desde 2011, a Biosfera tem vindo a monitorizar locais de nidificação em Santa Luzia e, mais recentemente, em 2020, na ilha de São Vicente. As campanhas de monitorização, lideradas pela Biosfera, decorrem todos os anos entre Junho a Outubro com equipas formadas por monitores experientes e apoiadas por muitos voluntários. A implementação do projeto contribui para a proteção e conservação das Tartarugas Marinhas em Cabo verde e na região da África Ocidental em geral. Além de que, a informação recolhida nestes importantes locais de nidificação contribui para a base de dados da Rede Nacional que reúne toda a informação sobre a reprodução da espécie a nível de Cabo Verde. Os dados são também apresentados e discutidos durante as reuniões anuais da TAOLA: Rede Nacional de Proteção das Tartarugas Marinhas de Cabo Verde.

Título do projeto Pessoas e tartarugas em São Vicente e Santa Luzia: um compromisso para o futurodddddddddddddddddddddddddddddddddd
Espécies-alvo Caretta caretta & Chelonia mydas
Duração 2020 – 2023
Parceiros técnicos Universidade Queen Mary, Direção Nacional do Ambiente (DNA), Instituto do Mar (IMAR), ONG’s locais (Ponta d´Pom, Terra Terra, Associação de Pescadores de Salamansa, Volunturismo, Nô bai, Espaço Jovem)
Parceiros financeiros Programa Regional de Conservação Costeira e Marinha África Ocidental – PRCM; Programmes de Petites Initiatives (PPI), Sea Shepherd
Objetivos:
  • Proteger e Monitorizar as praias de nidificação (Santa Luzia, Sao Vicente);
  • Reforçar as competências técnicas do Staff para melhorar os trabalhos de conservação de tartarugas marinhas e promover missões conjuntas entre diferentes ONGs que trabalham com tartarugas em Cabo Verde;
  • Informar e mobilizar o público para a ação;
  • Campanhas de limpeza nas praias de nidificação;
  • Encorajar o voluntariado;
  • Criar uma área marinha protegida co-gerida pela comunidade do Calhau (sitios de alimentação de tartarugas verde e de nidificação de tartaruga comum);
  • Apoiar as comunidades locais no desenvolvimento de ações de ECONOMIA AZUL;
  • Incentivar as autoridades responsáveis para aplicação da lei.
Área de estudo:

 

Resultados alcançados até à data:

 

Planos futuros:

Para a próxima fase do projeto, que iniciou este ano 2023, continuaremos a implementar atividades de Sensibilização, de monitorização e proteção das Tartarugas que nidificam nas ilhas de São Vicente e Santa Luzia, mas também iremos centrar no estudo e compreensão da ecologia e dinâmica da população de tartaruga verde em São Vicente com particular atenção aos impactos da alimentação artificial na sua dieta e na identificação dos locais prioritários.

 

 

Notícias:

Um novo recorde: As tartarugas Caretta caretta adoram Cabo Verde, – MAVA Foundation (Setembro 2020)
Vídeo: Help Us Stop Fishing Nets from Killing Sea Turtles, (Ajude-nos a impedir que as redes de pesca matem tartarugas marinhas) – Sea Shepherd (Setembro 2019)
The Loggerheads of Santa Luzia, (As Tartarugas-marinhas-comum de Santa Luzia) – Sea Shepherd (Setembro 2014)
The Gauntlet of Praia de Achados, (A manopla de Praia dos Achados) – Sea Shepherd (Outubro 2014)
Sea Shepherd’s Turtle Defense Campaign on Cabo Verde Comes to na End, (A Campanha de Defesa das Tartarugas da Sea Shepherd em Cabo Verde Chega ao Fim) – Sea Shepherd (2014)